terça-feira, 11 de julho de 2017

Praça 29 de Agosto - Juvevê - Curitiba


Praça 29 de Agosto
R. Barão dos Campos Gerais X 
Av. Munhoz da Rocha
670 m2
Juvevê


Eu já havia fotografado essa praça, na época um jardinete, conforme abaixo:

Jardinete - R. Barão dos Campos Gerais X Av. Munhoz da Rocha - 27.04.2012
http://familiapetroski.blogspot.com.br/2012/04/jardinete-r-barao-dos-campos-gerais-x.html


PRAÇA 
29 DE AGOSTO - DIA DO PARANÁ

Este espaço de convivência da 
população, marca importante momento na
história do território.
Lembra a Lei Imperial 704, de
29 de agosto de 1853, quando o
Paraná passou de Comarca de São Paulo
para Província independente e
retomou a construção de seu destino,
com passos de liberdade e
autodeterminação.

Curitiba, 29 de agosto de 2016.

Prefeitura Municipal de Curitiba.


Lei n.º 704, de 29 de Agosto de 1853.

Eleva a Comarca de Coritiba na Província de São Paulo á categoria de Província, com a denominação de - Província do Paraná.

Dom Pedro Segundo, por Graça de Deos, e Unanime Acclamação dos Povos, Imperador Constitucional e Defensor Perpetuo do Brasil: Fazemos saber a todos  os Nossos Subditos, que a Assembléa Geral Legislativa Decretou, e Nós Queremos a Lei seguinte:

Artigo 1º A Comarca de Coritiba na Provincia de São Paulo fica elevada á categoria de Provincia, com a denominação de  - Provincia do Paraná. - A sua extensão e limites serão os mesmos da referida Comarca.

Artigo 2º A nova Provincia terá por Capítal a Cidade de Coritiba, em  quanto a Assembléa respectiva não decretar o contrario.

Artigo 3º A Provincia do Paraná dará hum Senador, e hum Deputado á Assembléa Geral: sua Assembléa Provincial constará de vinte Membros.

Artigo 4º O governo fica autorisado para crear na mesma Provincia as Estações fiscaes indispensaveis para a arrecadação, e administração das Rendas geraes, submettendo depois o que houver determinado ao conhecimento da Assembléa Geral para definitiva approvação.

Artigo 5º Ficão revogadas as disposições em contrario.

Mandamos por tanto a todas as Autoridades, a quem o conhecimento desta Lei pertencer, que a cumprão e fação cumprir, e guardar tão inteiramente, como nella se contêm. O Secretario d'Estado dos Negocios do Imperio a faça imprimir, publicar e correr.

Dada no Palacio do Rio de janeiro aos vinte e nove de Agosto de mil oitocentos e cincoenta e tres, trigesimo segundo da Independencia e do Imperio.

Imperador Dom Pedro II - com Rubrica e Guarda

(Transcrevi conforme consta na placa).


Confluência da Av. Munhoz da Rocha, com Rua Barão dos Campos Gerais.

Lei nº 14960
A CÂMARA MUNICIPAL DE CURITIBA, CAPITAL DO ESTADO DO PARANÁ, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte lei:

Art. 1º Fica denominada de PRAÇA 29 DE AGOSTO - DIA DO PARANÁ, a área pública de lazer da Capital, sob codificação PE07C com sua respectiva indicação fiscal nº 32.012.017.

Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO 29 DE MARÇO, 23 de novembro de 2016.

Denomina de PRAÇA 29 DE AGOSTO - DIA DO PARANÁ, a área pública de lazer da Capital, conforme especifica.

Prefeito Municipal


Av. Presidente Munhoz da Rocha: Dr. Caetano Munhoz da Rocha, filho de Bento Munhoz da Rocha e Maria Leocádia Munhoz da Rocha, nascido em Antonina, em 14 de maio de 1879.

Em 1902 doutorou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, tendo clinicado em Paranaguá.

Foi Prefeito de Paranaguá em duas ocasiões e deputado ao Congresso Legislativo do Estado.

Fundou e construiu o Sanatório da Lapa e o Leprosário São Roque; o Hospital de Isolamento em Curitiba e o Asilo São Vicente de Paulo.

Em 1920 foi eleito Presidente do Estado, reeleito em 1924. Finda essa gestão, elegeu-se senador.

Iniciou as obras do Porto de Paranaguá. Construiu inúmeros grupos escolares, inclusive as Escolas Normais de Curitiba, Paranaguá e Ponta Grossa.

Faleceu em 23 de abril de 1944, em Curitiba.

Decreto-Lei n.º 91, de 24/07/1944. Autor do projeto: Prefeito Alexandre Beltrão (1943-1944).

Começa na Rua Manoel Eufrásio (como continuação da R. Guarda-Mor Lustosa), e termina na Avenida Nossa Senhora da Luz  (a partir daí, passa a denominar-se Av. Prefeito Erasto Gaertner). 

Fontes:
- Alma das Ruas - Maria Nicolas.
- Google Maps.

Rua Barão dos Campos Gerais: David dos Santos Pacheco era filho do Capitão de Ordenanças Manoel dos Santos Pacheco e d. Maria Collecta da Silva.

Nasceu em 28 de junho de 1810, na Lapa.

Desde muito jovem David dos Santos Pacheco se fez tropeiro. Comerciava com gado, Trazia os animais do Rio Grande do Sul e os vendia nas feiras de Sorocaba, Estado de São Paulo.

Foi deputado provincial, comandante superior da Guarda Nacional e 1.º Vice-Presidente da Província.

Uniformizou e treinou militarmente 150 voluntários, por ocasião da Guerra do Paraguai (1864 - 1870), trazendo-os a Curitiba, a fim de seguirem para os campos da luta.

Foi o Barão dos Campos Gerais um dos fervorosos batalhadores em prol da emancipação da 5.ª Comarca de São Paulo, porém a sua atuação passou para o olvido (esquecimento).

Quando hospedou D. Pedro II, comemorou alforriando seus escravos. Por esse nobre gesto recebeu o título de Barão dos Campos Gerais.

O Cel. David faleceu em 1.º de novembro de 1893.

Almas das Ruas - Maria Nicolas. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário